Globo ironiza novela da Record

 
Depois de algumas semanas de tensão, em que viu sua liderança em horário nobre ser ameaçada pela novela "Os Dez Mandamentos", a direção da Globo acabou relaxando e rindo por último com o "fim" da novela da Record.
Um alto funcionário do núcleo de dramaturgia assistiu ontem ao último capítulo da novela bíblica e concordou em falar com a Ricardo Feltrin (colunista do UOL), nesta terça, sob condição de anonimato.
Embora tenha tecido elogios ao figurino, à fotografia e a algumas atuações ("poucas"), o entrevistado disse que "não foi surpresa" que "Dez Mandamentos" tenha perdido fôlego e pontos de ibope para a Globo nos últimos dias e, em especial, no capítulo final, segundo dados prévios de ibope.
Para ele, a Record "ainda tem muito que aprender na arte de segurar o telespectador".
Esse funcionário da Globo considerou "amadora" a decisão da concorrente em continuar a novela com uma nova sequência de 60 capítulos  em 2016.
Isso mostra que nem eles (Record) acreditavam piamente na novela, e mesmo depois de semanas e semanas de ibope elevado, afirmou.
A continuação não terá nem de longe o mesmo sucesso. O assunto (histórias bíblicas) também cansa", profetizou o entrevistado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin