"Jornal Nacional" registra o pior novembro desde de 1969


A concorrência contra o último mês de "Os Dez Mandamentos", da Record, fez o "Jornal Nacional" registrar seu pior novembro, não apenas em pontos de ibope, mas também na participação no universo de TVs ligadas (share).

No mês passado o principal telejornal da Globo fechou com 33,6% de share. No ano passado, sem concorrência com novela, esse índice foi de 40%. Dez anos atrás, foi de 54,3%. Em novembro de 2000 era de 61%.

Em pontos de ibope, o "JN" fechou o mês passado com 22,7 pontos, contra 25,4 pontos em 2014. A média de novembro foi uma das menores desde sua estreia em 1º de setembro de 1969.
Nas décadas de 70, 80 e mesmo 90, o "JN" chegava a ter 70% ou mais de participação no universo de TVs ligadas. Emissoras jamais lançavam programas no mesmo horário do telejornal, porque o fracasso seria garantido.

Porém, este ano, por causa da novela bíblica, a Globo chegou a espichar ou atrasar o telejornal - algo impensável alguns anos atrás.

Com o fim de "Os Dez Mandamentos", contudo, a situação deve mudar para melhor este mês, embora o "JN" não tenha mais o mesmo impacto.

Com a concorrência do noticiário da internet, das outras emissoras e a fuga de telespectadores para a TV paga, esses tempos de glória do "JN", provavelmente, ficarão no passado para sempre.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin