Mulher é presa ao jogar balde de fezes em pastor


Durante o culto de ano novo em uma igreja evangélica na cidade de Lucas do Rio Verde (MT) uma mulher invadiu o espaço e arremessou um balde com vezes e urina contra um pastor.

A mulher de 47 anos foi presa e em
depoimento à polícia confessou o ato e disse que se tratava de uma vingança por ser tratada de uma forma diferente pelo pastor e por outras mulheres da igreja.
Segundo ela, sofria preconceito dentro da igreja por não ter marido e já ter um filho. “Ela disse que estava sofrendo com essa situação e até entrou em depressão. Disse que tinha um tratamento diferente em relação às outras pessoas pelo fato de não ter um marido. Para ela, o tratamento era inadequado e trazia transtornos”, disse o delegado Walter de Melo ao G1.

A mulher planejou e executou a ação e contou os detalhes à polícia. “Ela confessou que começou a fazer esse ‘caldo’ com fezes e urina em casa, dentro de um balde. Depois, decidiu participar da cerimônia, onde as pessoas oravam durante o culto de Ano Novo. Em um determinado momento ela retirou esse balde durante o culto e jogou contra o pastor e em outras pessoas”, conta o delegado.
Melo acredita que a mulher sofra de algum transtorno mental, mesmo assim ela irá responder um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de ultraje a culto religioso. Após prestar depoimentos ela foi solta.

Além do pastor, outras pessoas foram atingidas pela substância e foram levadas para um hospital da cidade para saber se havia risco de contágio de algum tipo de doença, após o atendimento médico elas aguardariam o chamado da delegacia para prestar depoimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin