Canal 21 pede 1 bilhão para vender emissora à Igreja Universal


Segundo informação divulgada na coluna de Caio Castro do Uol,
informa que a Igreja Universal do Reino de Deus tentou recentemente comprar a emissora do Grupo Bandeirantes. O negócio só não avançou porque os executivos da Band pediram um valor muito alto: R$ 1 bilhão, com R$ 300 milhões de entrada. No mercado, avalia-se que o 21 valha até R$ 400 milhões
. A Universal, que já controla a Record e a Rede Família, acaba de fechar a compra da rede CNT, baseada no Paraná.

A Band diz que a informação "não procede". "Nossa relação com a Universal é muito boa, o que pode gerar especulações desse tipo", argumenta a emissora, via assessoria de imprensa.

Segundo um alto executivo da Record envolvido na negociacão, foi a Band que procurou a Igreja Universal sondando o eventual interesse na compra da Rede 21. A Universal respondeu que sim. Dependendo do valor, seria mais vantajoso comprar o canal do que continuar pagando R$ 10 milhões por mês pela locação de sua grade. Um bilhão de reais, no entanto, é muito dinheiro _até mesmo para a igreja de Edir Macedo. Do lado da Band, não seria vantajoso se desfazer de um negócio que rende R$ 120 milhões por ano pelo seu suposto valor de mercado (R$ 400 milhões).

A Universal locou o canal em 2013 para tirar a principal vitrine eletrônica do rival Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial. 

Não foi a primeira vez que a Universal negociou a compra da Rede 21. Em 2013, quando o canal ainda estava transmitindo os cultos de Valdemiro Santiago, a igreja ofereceu R$ 300 milhões pela frequência.

A Rede 21 foi lançada em 1996, sob o nome de Canal 21, como uma emissora voltada para os acontecimentos de São Paulo. Virou rede nacional nos anos 2000 e entrou em crise há dez anos, passando a ter sua grade ocupada por igrejas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin